Sobre

Esse casal que aqui escreve vive a mesma angustia de tantos outros milhões: a velocidade do tempo, a efemeridade da vida.
Enquanto ela não acaba, vamos preenchê-la de bons instantes e gravar aqui alguns deles, pra que nos lembremos com detalhes de como foi.

Minha avó, lá pelos 70 anos, começou a escrever um livro sobre sua vida e de alguns outros que se cruzaram com ela. Tantas histórias e fotos.  Anos depois, se manteve alegre revendo tudo de tão bom que tinha preenchido toda sua jornada.

Tem que registrar, pq a cabeça pode esquecer, e então parecer que não viveu.

Ah, não!

Registre, relembre e compartilhe!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: